Liturgia Diária

29º Domingo Comum

Primeira Leitura: Isaías 53,10-11

Leitura do livro do profeta Isaías – 10O Senhor quis macerá-lo com sofrimentos. Oferecendo sua vida em expiação, ele terá descendência duradoura e fará cumprir com êxito a vontade do Senhor. 11Por esta vida de sofrimento, alcançará luz e uma ciência perfeita. Meu Servo, o justo, fará justos inúmeros homens, carregando sobre si suas culpas.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Terço Dourado - Salvai-me, Rainha de Fátima!

Salmo Responsorial: 32(33)

Sobre nós venha, Senhor, a vossa graça, / pois em vós nós esperamos!

1. Pois reta é a Palavra do Senhor, / e tudo o que ele faz merece fé. / Deus ama o direito e a justiça, / transborda em toda a terra a sua graça. – R.

2. Mas o Senhor pousa o olhar sobre os que o temem / e que confiam, esperando em seu amor, / para da morte libertar as suas vidas / e alimentá-los quando é tempo de penúria. – R.

3. No Senhor nós esperamos confiantes, / porque ele é nosso auxílio e proteção! / Sobre nós venha, Senhor, a vossa graça, / da mesma forma que em vós nós esperamos! – R.

Segunda Leitura: Hebreus 4,14-16

Leitura da carta aos Hebreus – Irmãos, 14temos um sumo sacerdote eminente, que entrou no céu, Jesus, o Filho de Deus. Por isso, permaneçamos firmes na fé que professamos. 15Com efeito, temos um sumo sacerdote capaz de se compadecer de nossas fraquezas, pois ele mesmo foi provado em tudo como nós, com exceção do pecado. 16Aproximemo-nos então, com toda a confiança, do trono da graça, para conseguirmos misericórdia e alcançarmos a graça de um auxílio no momento oportuno.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Evangelho: Marcos 10,35-45 ou 42-45

[A forma breve está entre colchetes.]

Aleluia, aleluia, aleluia.

Jesus Cristo veio servir, / Cristo veio dar sua vida. / Jesus Cristo veio salvar, / viva Cristo, Cristo viva! (Mc 10,45) – R.

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos – [Naquele tempo,] 35Tiago e João, filhos de Zebedeu, foram a Jesus e lhe disseram: “Mestre, queremos que faças por nós o que vamos pedir”. 36Ele perguntou: “O que quereis que eu vos faça?” 37Eles responderam: “Deixa-nos sentar um à tua direita e outro à tua esquerda quando estiveres na tua glória!” 38Jesus então lhes disse: “Vós não sabeis o que pedis. Por acaso podeis beber o cálice que eu vou beber? Podeis ser batizados com o batismo com que vou ser batizado?” 39Eles responderam: “Podemos”. E ele lhes disse: “Vós bebereis o cálice que eu devo beber e sereis batizados com o batismo com que eu devo ser batizado. 40Mas não depende de mim conceder o lugar à minha direita ou à minha esquerda. É para aqueles a quem foi reservado”. 41Quando os outros dez discípulos ouviram isso, indignaram-se com Tiago e João. [42Jesus chamou os doze e disse: “Vós sabeis que os chefes das nações as oprimem e os grandes as tiranizam. 43Mas, entre vós, não deve ser assim: quem quiser ser grande seja vosso servo; 44e quem quiser ser o primeiro seja o escravo de todos. 45Porque o Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida como resgate para muitos”.]

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ajude-nos a manter nossas campanhas de Evangelização e Caridade. Clique no botão abaixo e faça uma doação!

Deixe suas Intenções nas Santas Missas

Preencha o formulário abaixo, para que suas intenções sejam colocadas em oração nas Santas Missas.

Nome:
Email:
Telefone:
Intenções:

Importância da leitura e meditação da Liturgia Diária

Primeiramente, somos convidados todos os dias a amar, degustar, refletir, meditar, aprofundar e viver as palavras do Senhor, gerando salvação a nós mesmos e aos outros.

Depois, não nos esqueçamos que assim como precisamos do alimento de forma regular para o sustento do nosso corpo, a meditação da Liturgia Diária é alimento e sustento para a nossa alma, como nos descreve o próprio Jesus no Evangelho de São Mateus: “Não só de pão vive o homem mas de toda palavra que sai da boca de Deus” (Mt 4, 4).

Portanto, para que a nossa vida possa refletir a vida de Cristo e sua resposta de amor ao Pai devemos beber da fonte, que é Ele mesmo, nos encher de suas palavras e ensinamentos e encontrar Nele direção e discernimento corretos para cada passo de nossa história.

Através de alguns pontos vamos aprofundar sobre os benefícios adquiridos através do bom hábito da leitura das escrituras para o nosso caminho de intimidade com o Senhor.

Como viver de forma prática a Liturgia Diária?

Este é um método de leitura orante da Palavra de Deus, da Liturgia Diária, praticado e ensinado pelos Padres da Igreja desde os seus primeiros séculos. Foi batizada com esse nome por Orígenes no séc. III, e generalizou-se nos séculos IV e V como maneira predominante de ler a bíblia.

Esta pode ser feita diariamente, por exemplo, meditando o Evangelho proposto pela liturgia diária da Santa Missa.

Após suplicar a luz do Espírito Santo, o método se desenvolve em 4 passos:

  • Leitura: o que a Palavra diz em si;
  • Meditação: o que a Palavra diz para mim; o que ela me ensina, me revela, como ela me forma, como a vejo em minha vida;
  • Oração: o que a Palavra me leva a dizer para Deus;
  • Contemplação: o que devo mudar concretamente em minha vida, que postura devo tomar; o que me proponho a viver naquele dia e durante a minha vida.

Agora, o fruto dessa nova dinâmica de vida ao ritmo da Palavra é uma transformação real e concreta que nos elevará em fé, esperança e caridade, além disso, nos proporcionará uma vida junto de Deus mais constante e digna de Seu amor.

Por último, convido a que nos empenhemos neste caminho. Com a Sua graça já provaremos aqui nesta terra das riquezas do céu!

Siga-nos!

Se ainda não nos segue no Facebook ou no Instagram clique para nos seguir.

Se deseja baixar nosso App Salve Maria! clique aqui e tenha a Liturgia Diária, o Rosário, o Santo de cada dia e muito mais na palma de sua mão.