A melhor definição que encontramos sobre o que é a Oração vem de Santa Teresinha. Ela nos diz que oração é “a elevação da mente a Deus”. Uma definição simples porque Deus é a simplicidade, um definição bela, pois Deus é a Beleza.

Você que está lendo este artigo, já parou para pensar no que consite rezar? Qual a importância que você dá aos momentos de conversa com Deus?

A Irmã Genoveva da Santa Face (Celina, irmã de Santa Teresinha) – com o intuito de enriquecer ainda mais o processo de canonização da Santa de Lisieux recolheu inúmeros depoimentos de noviças que a conheceram. Estas noviças deixaram registrado para as gerações futuras os belos conselhos e ricos fatos da vida desta Santa.

Uma das irmãs conta: “Toda sua vida passou-a na pura fé. Não havia alma menos consolada na oração. Confiou-me que passava sete anos na aridez: seus retiros anuais, os retiros do mês eram-lhe um suplício. ” Quer dizer, aquela alma que tanto falava de amor, de consolação, de rosas, não as sentia, vivia na aridez. Deus assim permitia para que ela obtivesse maiores graças. Entretanto, que falasse ou convivesse com ela julgaria que a jovem Teresa vivesse inundada de consolações espirituais, tão grande era a unção de suas palavras e de seus escritos, tão unida a Deus estava ela!

Apesar desse estado de secura, era ainda mais assídua à oração, “satisfeita de dar mais ao bom Deus por esse meio”. Não suportava que se roubasse um só instante das horas destinadas à oração, ao encontro com Deus, formava suas noviças nesse sentido.

Certa vez, enquanto a comunidade estava ocupada na lavagem de roupa, soou o sino para a oração, mas era preciso ainda continuar o trabalho. Santa Tereza observava uma das suas noviças trabalhando com ardor, então perguntou a ela: “Que estais fazendo? A religiosa, na minha ingenuidade respondeu – Eu lavo!  Santa Teresinha então disse – Está bem, mas interiormente, deveis fazer oração, este tempo é do bom Deus, não temos direito de tomá-lo.”

>>> Cadastre-se em nosso site para receber nossas novidades! Quero me cadastrar! <<<

A união de Irmã Teresa com Deus era simples e natural, assim como sua maneira de falar Dele. Certa vez lhe perguntaram se às vezes perdia a presença de Deus. Ela simplesmente respondeu: “Oh! não, creio que nunca fiquei três minutos sem pensar em Deus.” A pessoa que perguntava ficou impressionada com a resposta e quis saber como era possível aquilo. Novamente, a simplicidade falou: “Pensa-se naturalmente em quem se ama.”

Durante um período de sua vida a Santa lia muito as obras de São João da Cruz. Quando sua irmã Celina juntou-se a ela no Mosteiro, foi testemunha de seu entusiasmo diante da obra de seu Santo Pai, o livro “Subida do Monte Carmelo”; deteve-se e fez-me notar o parágrafo seguinte: “Aqui não há mais caminho, porque não há lei para o justo”. Então, emocionada, faltava-lhe a respiração ao traduzir sua felicidade. Esta palavra auxiliou muito sua irmã a fazer-se independente na busca do puro amor muitas vezes taxados por vários de presunção. Excitou sua ousadia em procurar atingir uma via completamente nova, a da Infância espiritual, ou Pequena Via, tão reta e curta ela é, atingindo de um só jato o Coração de Deus. É possível que todas as orações de Santa Teresa visavam unicamente esta procura da “ciência do amor.”

Uma vez em que a Irmã Teresa do Menino Jesus repreendia uma das noviças e apontava algumas de suas faltas e defeitos. A freira ficou triste e um pouco desorientada e pensou consigo: “Eu que desejo tanto possuir a virtude estou tão longe. Quereria tanto ser mansa, paciente, humilde, caridosa, ah! nunca chegarei a isso!..”

Santa Teresinha viu que a religiosa passava por esta provação e rezou por ela, para que Deus iluminasse seus pensamentos. Á tarde, durante o período de oração, a jovem leu um trecho da vida de Santa Gertrudes em que esta santa dizia ter este mesmo desejo, e Nosso Senhor lhe respondera: “Em todas as coisas e acima de tudo, deves ter boa vontade, esta única disposição dará à tua alma o brilho e o mérito especial de todas as virtudes. Quem tem boa vontade, desejo sincero de procurar minha glória, de me dar graças, de compadecer de meus sofrimentos, de amar-me e de servir-me tanto quanto todas as criaturas juntas, este receberá sem dúvida recompensas dignas de meu amor e seu desejo será, algumas vezes, mais proveitoso do que as próprias boas obras”.

>>> É preciso evangelizar o Brasil! E com sua ajuda será mais rápido e fácil. Faça sua doação! <<<

Leitor, você busca a santidade? Busca a virtude? Busca a paz que só Deus pode conceder? Esta paz começa com a oração e com a oração bem as boas obras. Ainda não tem forças? Reze e peça e tenha a boa vontade de querer realizar as obras de Deus.