Se é verdade que o Brasil nasceu à sombra da Cruz, também é certo que se organizou, cresceu e prosperou sob o amparo da Santíssima Mãe, ternamente venerada e invocada sobre diversos títulos, cada um mais belo e expressivo que o outro.

Quando as caravelas de Cabral começaram a navegar sobre as águas do Novo Mundo depararam-se com o Sinal da Cruz que brilhava no céu, o Cruzeiro do Sul, estrelas que iluminavam o caminho dos colonizadores e estampavam no firmamento o mesmo sinal que os homens trazia na alma, o sinal do cristão batizado, a Cruz. E, “de pé, junto à Cruz, estava Maria, a mãe de Jesus”. É Impossível separar Maria da Cruz de seu Filho e desta forma, com o passar dos tempos, o Brasil foi se enchendo de inúmeras igrejas dedicadas à Mãe de Deus, desde o Prata até o Amazonas, do Atlântico às cordilheiras. Não são apenas edifícios, mas sim cânticos vivos e eloquentes de amor e devoção do povo brasileiro à sua augusta Soberana e carinhosa Mãe. E entre os títulos prevalece em maior número o da Imaculada Conceição.

Em 1717, no mês de outubro, Deus quis que o Brasil fosse iluminado por novas estrelas, não só as do Cruzeiro do Sul, mas as doze estrelas da Virgem, eleita como Sol, bela como a Lua, terrível como um exército em ordem de batalha. Das águas do rio Paraíba “aparecia” a pequena imagem de Nossa Senhora da Conceição, que logo seria conhecida como “Aparecida”! Quem poderia as graças que estavam reservadas ao Brasil por intercessão de Maria?

>>> Receba em sua casa um Terço de Nossa Senhora <<<

 

Libertação de um Escravo

A História do Brasil está repleta de fatos onde o poder da Virgem Aparecida brilharam diante dos homens. Conta-se que, certa vez, um escravo chamado Zacarias fugira de uma fazenda no Paraná, sendo capturado no Vale do Paraíba. Enquanto era levado de volta À fazenda, todo preso por correntes no pescoço e nos pulsos, passou diante da capelinha dedicada a Virgem Aparecida, fez ele uma oração cheia de confiança à Santíssima Mãe de Deus. Rezou com tanto fervor diante daquela imagem que as correntes e argolas se soltaram, caindo aos seus pés. Zacarias foi um grande devoto de Nossa Senhora da Conceição Aparecida e um entusiasmado propagador da devoção a Ela.

Você que lê este artigo. Você é livre? Ou será que é tão escravo quanto era Zacarias? Escravo de seus defeitos, escravo de vícios, escravo da opinião dos outros. Muitas vezes estamos acorrentados pelo inimigo e não percebemos, mas a vida torna-se difícil quando as cadeias do pecado nos prendem. Se você se sente preso, recorra à Mãe de Deus, a Virgem Aparecida, e ela saberá pedir ao Filho de Deus que lhe conceda o perdão. As vezes é necessário perdoar alguém, ou ainda pedir perdão a alguém e até mesmo, pedir perdão ao próprio Deus. Tenha certeza, Maria, lhe acompanhará até o confessionário.

>>> Diga-nos suas intenções que também rezaremos por elas! <<<

Cura de uma menina cega de nascença

Dona Gertrudes Vaz tinha uma filha que era cega. Moravam em Jaboticabal, no interior de São Paulo. Conhecendo os inúmeros casos de milagres concedidos pela Virgem Aparecida, a menina sempre pedia à mãe para irem em peregrinação até o local. Apesar de não terem os recursos para esta longa viagem, a mãe dela consentiu em partir, pedindo esmolas pelo caminho para se manterem. Após semanas de penosa viagem, já bem próximo de Aparecida, a menina que era cega desde o nascimento, exclama: – Olha mãe! Aquilo não será a igreja de Nossa Senhora Aparecida? Muito emocionada, a mãe pergunta: – Então, minha filha, você está enxergando?

– Perfeitamente, mamãe! – respondeu a menina – de repente veio uma luz que clareou a minha vista.

Este caso deu-se no ano de 1874, mas, e hoje? Será que eu não estou cego? Cego pelo orgulho, cego pela inveja. Não é verdade que o desespero me cega e não consigo tomar as decisões certas para meu presente e meu futuro?

Nosso Senhor certa vez encontrou um cego de nascença e para que fossem manifestadas as obras de Deus “cuspiu no chão, fez um pouco de lodo com a saliva e com o lodo ungiu os olhos do cego. 7.Depois lhe disse: Vai, lava-te na piscina de Siloé. O cego foi, lavou-se e voltou vendo.” (Jo 9, 6-7).

Deus ofereceu ao povo brasileiro uma nova piscina onde podemos lavar nossa cegueira, é Nossa Senhora que, com seu manto azul deseja que seus filhos e devotos estejam limpos e enxergando o caminho certo para o céu.

Rezemos à Padroeiro da Brasil e peçamos que ela realize estes e outros incontáveis milagres em nossas vidas.

>>> Seja benfeitor das nossas campanhas de caridade no Brasil! Faça sua doação <<<