Segunda aparição: 13 de junho de 1917

No dia marcado para a segunda aparição, os videntes se encontraram na Cova da Iria, onde já se aglomeraram cerca de 50 curiosos. Depois de rezarem o terço, os pastorinhos viram um reflexo de luz que se aproximava e, em seguida, Nossa Senhora sobre a carrasqueira, igual como na primeira aparição (se você ainda não leu o artigo sobre a primeira aparição clique aqui).

A Irmã Lúcia assim descreve o diálogo:

– Vossemecê que me quer?

– Quero que venhais aqui no dia 13 do mês que vez, que rezeis o terço todos os dias, e que aprendais a ler. Depois direi o que quero.

– Queria pedir-lhe para nos levar para o Céu.

– Sim, à Jacinta e ao Francisco levo-os em breve. Mas tu ficas cá mais algum tempo. Jesus quer servir-se de ti para Me fazer conhecer e amar. Ele quer estabelecer no mundo a devoção ao meu Imaculado coração. A quem a abraçar, prometo a salvação; e serão queridas de Deus estas almas, como flores postas por Mim a adornar o seu trono.

A Senhora, então, sempre resplandecente de luz, começou a se elevar acima do arbusto. Algumas pessoas que se achavam mais próximas notaram que os brotos do topo da azinheira estavam inclinados, como se as vestes da Senhora, roçando-os quando Ela partiu, os tivesse arrastado e tombado. Somente depois de algumas horas retornaram eles à sua posição normal.

Terceira aparição: 13 de julho de 1917

Era sexta-feira, o dia em que se daria a terceira aparição de Nossa Senhora. Ao chegarem no local, as três crianças surpreenderam-se com a multidão de mais de 2 mil pessoas presentes para o extraordinário acontecimento.

Após um diálogo em que a Virgem pediu novamente a recitação do terço para obter a paz e Lúcia intercedeu por várias pessoas que haviam pedido graças ocorreu um fato extraordinário que é narrado pela Irmã Lúcia, o segredo de Fátima (se você também está precisando que rezem por suas intenções clique aqui).

Primeira parte do segredo:

[Nossa Senhora] abriu de novo as mãos, como nos dois meses passados. O reflexo [dos raios de luz] pareceu penetrar na terra, e vimos como que um mar de fogo; mergulhados nesse fogo os demônios e as almas, como se fosse brasas transparentes e negras, ou bronzeadas com formas humanas, que flutuavam no incêndio levadas pelas chamas que delas mesmas saíam juntamente com nuvens de fumo, caindo pela todos os lados, semelhante ao cair das fagulhas nos grandes incêndios. (…). Os demônios distinguiam-se por formas horríveis e asquerosas de animais espantosos e desconhecidos, mas transparentes como negros carvões em brasa. ” 

Jacinta sendo carregada após visão do inferno

 

Segunda parte do segredo:

“Assustados e como que a pedir socorro, levantamos a vista para Nossa Senhora, que nos disse com bondade e tristeza:

– Vistes o Inferno, para onde vão as almas dos pobres pecadores. Para as salvar, Deus que estabelecer no mundo a devoção ao meu Imaculado Coração. Se fizerem o que Eu vos disser, salvar-se-ão muitas almas e terão paz. A guerra vai acabar. Mas, se não deixarem de ofender a Deus, no reinado de Pio XI começará outra pior. Quando vires uma noite alumiada por uma luz desconhecida, sabei que é o grande sinal que Deus vos dá de que vai punir o mundo de seus crimes,  por meio da guerra, da fome e de perseguições à Igreja e ao Santo Padre. Para a impedir, virei pedir a consagração da Rússia a meu Imaculado Coração e a comunhão reparadora nos primeiros sábados. Se atenderem a meus pedidos, a Rússia se converterá e terão paz; se não, espalhará seus erros pelo mundo, promovendo guerras e perseguições à Igreja; os bons serão martirizados, o Santo Padre terá muito que sofrer, várias nações serão aniquiladas; por fim, o meu Imaculado Coração triunfará. O Santo Padre consagrar-me-á a Rússia, que se converterá, e será concedido ao mundo algum tempo de paz”.

Terceira parte do Segredo:

A terceira parte do segredo permaneceu desconhecida até 26 de junho de 2000, quando foi divulgada por determinação de S. João Paulo II. Eis o texto, redigido em 1944 pela Irmã Lúcia: “vimos ao lado esquerdo de Nossa Senhora, um pouco mais alto, um anjo com uma espada de fogo na mão esquerda. Ao cintilar despedia chamas que pareciam incendiar o mundo. Mas apagavam-se com o contato do brilho que da mão direita expedia Nossa Senhora ao seu encontro. O anjo, apontando com a mão direita para a terra, com voz forte dizia: Penitência, penitência, penitência.

E vimos numa luz imensa, que é Deus, algo semelhante a como se veem as pessoas no espelho, quando lhe diante passa um bispo vestido de branco. Tivemos o pressentimento de que era o Santo Padre. Vimos vários outros bispos, sacerdotes, religiosos e religiosas subir uma escabrosa montanha, no cimo da qual estava uma grande cruz, de tronco tosco (…). O Santo Padre, antes de chegar aí, atravessou uma grande cidade, meia em ruínas e meio trêmulo, com andar vacilante, acabrunhado de dor e pena. Ia orando pelas almas dos cadáveres que encontrava pelo caminho.

Chegando ao cimo do monte, prostrado, de joelhos, aos pés da cruz, foi morto por um grupo de soldados que lhe disparavam vários tiros e setas, e assim mesmo foram morrendo uns após os outros os bispos, os sacerdotes, religiosos, religiosas e várias pessoas seculares. Cavalheiros e senhoras de várias classes e posições. Sob os dois braços da cruz, estavam dois anjos. Cada um com um regador de cristal nas mãos recolhendo neles o sangue dos mártires e com eles irrigando as almas que se aproximavam de Deus”.

Ó meu Jesus, perdoai-nos…

A Santíssima Virgem retornou a palavra: “Isto não o digais a ninguém. Ao Francisco, sim,  podeis dizê-lo. Quando rezardes o Terço, dizei depois de cada mistério: Ó meu Jesus! Perdoai-nos, livrai-nos do fogo do Inferno, levai as almas todas para o Céu, principalmente aquelas que mais precisarem.” Tendo dito isso, Nossa Senhora elevou-se em direção ao sol nascente, até desaparecer.

Caro leitor, você necessita de orações? O mundo necessita de conversão e ela começa em nossos corações. Rezai o terço, fazei penitência! A Virgem Maria há de nos socorrer com seu amor de mãe. Peça seu terço! 

>>> A missão da nossa associação é a de evangelizar o Brasil. Ajude-nos. Faça sua doação!