“Nem todo o que me diz: ‘Senhor, Senhor’ entrará no Reino do Céu, mas sim aquele que faz a vontade de meu Pai que está no Céu.” (Mt 7, 21)

Estas palavras de Nosso Senhor nos alertam para um grande perigo, a presunção de se salvar apenas pela invocação do nome divino, sem com isso levar uma vida coerente com a prática da Caridade. Ele mostra aqui que não basta “dizer”, é indispensável também “fazer” e assim sermos “aqueles que escutam suas palavras e as põe em prática. ” (Cf. Mt 7, 26)

Caro leitor, são dois modos de escutarmos a Jesus: uma é superficial, onde não queremos assumir um compromisso e a outra forma é profunda, atenta e que gera frutos.

No mundo de hoje, tão egoísta, tão triste, aqueles que escutam a palavra e a põem em prática devem denunciar as injustiças! Em primeiro lugar, as injustiças contra Deus, quando sua Lei e sua Igreja não são respeitados pelo mundo que virou as costas para a Cruz. Em segundo lugar, para as injustiças contra as pessoas. Devemos, na medida do possível, aliviar as dores dos irmãos, auxiliando física e espiritualmente, assim como Cristo fez, dando de comer a quem tem fome, curando os doentes, perdoando os pecados e ensinando a orar.

Seguindo os ensinamentos do Divino Redentor, a Associação Nossa Senhora de Fátima atendeu o apelo feito em prol dos irmãos do Fraterno Auxílio Cristão (Registro – SP). Sua presidente, Da. Maria Helena Soares escreveu-nos pedindo auxílio para o projeto “Prato Fraterno”, que proporciona a distribuição de refeições para moradores de rua. Com o apoio de nossos benfeitores de todo o país, foi possível arrecadarmos o valor de R$17.366,00 destinados para o custeio de despesas deste projeto.

Queremos agradecer a todos aqueles que ajudaram nesta obra de evangelização, ouviram a Palavra e a puseram em prática. Se você ainda não é um benfeitor, clique aqui e faça parte desta imensa família.