“Como a criança bem tranquila, amamentada no regaço acolhedor de sua mãe.” (Sl 130,2)

Você já percebeu que não é necessário dizermos a uma criança que tenha confiança em seus pais? Esta sensação de segurança é a mesma que um verdadeiro devoto dos Santos Anjos deve sentir ao se confiar à proteção destes angélicos protetores, pois ele sabe como cuidar de nossa alma.

Quando um pai envia seu filho em uma jornada perigosa, ele o entrega ao mais fiel, prudente e poderoso de seus guardas. Da mesma forma, devido aos perigos desta vida, Deus enviou para nos guardar seus servidores mais fiéis, prudentes e corajosos, os Anjos.

>>> Você gostaria de receber um terço em sua casa? Clique Aqui! <<<

Entretanto, mesmo que Deus nos proteja por intermédio dos Anjos, devemos recorrer a Ele através da oração, como nos fala o Evangelho: “Pedi e recebereis”(Mt 7,7). Os Anjos nos guardam, mas pedem que rezemos e fujamos dos perigos. São Bernardo explica em um de seus sermões que Deus ordenou aos seus Anjos que nos guardassem “em todos os nossos caminhos” e não em “nossos precipícios”, ou seja, devemos evitar tudo aquilo que é ocasião de pecado e queda para mim. Se nos aproximarmos destes abismos sem culpa nossa, devemos pedir ao nossos Anjo da Guarda que nos proteja. Ele virá e porá em fuga o demônio tentador.

Na vida de Santa Francisca Romana lemos que ela tinha a graça de sempre vêr seu Anjo da Guarda. Segundo ela, o Anjo era brilhante como o sol e trajava vestes brancas como a neve. “O justo peca sete vezes ao dia”…  Quando a santa caía, por fragilidade, em pequeninas faltas, via seu protetor celestial desaparecer. Percebeu então que, ao examinar a consciência e arrepender-se daquela falta, o celestial ser aparecia novamente. Isto nos ensina que devemos servir a Deus com perfeição, e que nenhuma falta, por menos que seja, merece desprezo. Devemos nos arrepender dos pecados cometidos na presença de nossos Anjos e propor firmemente evitar os pecados futuros. E podemos rezar: “Ó piedoso médico de minha alma, ensinai-me os remédios e ajudai-me na cura de meus maus hábitos e de tantas misérias que oprimem minha alma”.

Comece hoje mesmo a rezar a novena a São Miguel Arcanjo! Clique aqui