Livro de Miquéias

Aqui você tem o Livro de Miquéias para que possa ler e meditar!

Se você desejar voltar ao menu da Bíblia clique aqui!

Miquéias 1

mpo de Joatã, de Acaz e de Ezequias, reis de Judá. 2 - Povos, ouvi todos!…

Leia Mais


Miquéias 2

os seus leitos, e o executam logo ao amanhecer do dia, porque têm o poder na…

Leia Mais


Miquéias 3

l não devíeis vós saber o que é justo? 2 - E, entretanto, odiais o bem e amais…

Leia Mais


Miquéias 4

Senhor será estabelecida no ápice das montanhas, e será mais elevada que todos…

Leia Mais


Miquéias 5

é de ti que sairá para mim aquele que é chamado a governar Israel. Suas origens…

Leia Mais


Miquéias 6

as montanhas, ouçam as colinas a tua voz! 2 - Ouvi, montanhas, o processo do…

Leia Mais


Miquéias 7

como quem respiga depois da vindima: não há sequer um cacho para comer, nenhum…

Leia Mais


[adrotate banner=”4″]

O que dizer do Livro de Miquéias?

A autoria do livro é atribuída ao próprio profeta, que viveu por volta de 800 a.C. e ele era natural de uma pequena cidade de Judá, o reino do Sul “Palavra do Senhor que em visão veio a Miquéias, morastita, nos dias de Jotão, Acaz, e Ezequias, reis de Judá, sobre Samaria e Jerusalém. Ouvi, todos os povos, prestai atenção, ó terra e tudo o que ela contém, e seja o Senhor Deus testemunha contra vós outros, o Senhor desde o seu santo templo” (Mq 1,1:2). O livro de Miquéias faz parte do Velho Testamento, e ao longo de sete capítulos conta que o profeta Miquéias condena os sacerdotes, governadores e até mesmo outros profetas de Israel que iludiam o povo. Ele foi contemporâneo de Isaías e suas mensagens anunciavam que por causa de suas obras que Jerusalém seria destruída “Os seus cabeças dão as sentenças por suborno, os seus sacerdotes ensinam por interesse, e os seus profetas adivinham por dinheiro; e ainda se encostam ao Senhor dizendo: Não está o Senhor no meio de nós? Nenhum mal nos sobrevirá” (Mq 3:11).

O profeta clama pela libertação daqueles que foram de Jerusalém para Babilônia, e pede ao povo que se una para não ser derrotada pelas as nações inimigas “Ele te declarou, ó homem, o que é bom e que é o que o Senhor pede de ti: que pratiques a justiça, e ames a misericórdia, e andes humildemente com o teu Deus” (Mq 6:8). Parte do livro de sete capítulos anuncia que o governante ideal viria de Belém para proteger a nação e do dia em que o Senhor iria tirar a idolatria do país e ainda, que haveria confiança no poder militar.

Além dessas mensagens, o profeta fala da justiça de Deus, e do julgamento sobre os que têm andado por caminhos de Onri e Acabe, e ainda, com as profecias e lamentos Israel confessa seu pecado e com isso, alcança a misericórdia do Senhor.

Siga-nos na Evangelização

Se deseja acompanhar nossas campanhas de evangelização e de caridade siga nosso site, nosso Facebook, o Instagram e também o Youtube.