Segundo Livro dos Macabeus

Aqui você tem o Segundo Livro dos Macabeus para que possa ler e meditar!

Se você desejar voltar ao menu da Bíblia clique aqui!

II Macabeus 1

rmãos, os judeus residentes em Jerusalém e no país de Judá, auguram-lhes uma…

Leia Mais


II Macabeus 2

ias, que foi ele quem ordenou aos cativos tomar o fogo, como se acaba de…

Leia Mais


II Macabeus 3

rfeita, por causa da piedade e retidão do sumo sacerdote Onias, na exata…

Leia Mais


II Macabeus 4

va Onias, dizendo que era ele quem se tinha lançado sobre Heliodoro e que era…

Leia Mais


II Macabeus 5

ao Egito. 2 - Aconteceu que em toda a cidade e por mais de quarenta dias…

Leia Mais


II Macabeus 6

ei para forçar os judeus a abandonar os costumes dos antepassados, banir as…

Leia Mais


II Macabeus 7

mãe, e que o rei por meio de golpes de azorrage e de nervos de boi, quis coagir…

Leia Mais


II Macabeus 8

secretamente nas aldeias e convocavam seus parentes: arrastando consigo todos…

Leia Mais


II Macabeus 9

o de vergonha. 2 - Pois, entrando na cidade que se chamava Persépolis, ele…

Leia Mais


II Macabeus 10

omaram o templo e a cidade. 2 - Destruíram os altares que os estrangeiros…

Leia Mais


II Macabeus 11

gente do reino, sentindo muito pesar pelo que tinha acontecido, 2 - reuniu…

Leia Mais


II Macabeus 12

i, e os judeus voltaram aos trabalhos dos campos. 2 - No entanto, chefes…

Leia Mais


II Macabeus 13

ouberam que Antíoco vinha contra a Judéia, com um considerável exército. 2 -…

Leia Mais


II Macabeus 14

métrio, filho de Seleuco, tinha chegado pelo porto de Trípoli com um poderoso…

Leia Mais


II Macabeus 15

nteiras da Samaria, resolveu Nicanor atacá-los com toda a segurança no dia do…

Leia Mais


O que dizer do Segundo Livro dos Macabeus?

O Livro dos Macabeus foi excluído do cânon judaico por ter sido escrito em grego, é chamado de “deuterocanônico” por alguns cristãos. É o registro histórico das lutas travadas contra os soberanos selêucidas para obter a liberdade religiosa e política do povo judeu. Seu título provém do apelido de Judas Macabeu que, por extensão, passou a designar também os seus irmãos.

Estes registros são divididos em quatro relatos, o primeiro e o segundo livro de Macabeus, como descrito abaixo:

O relato do primeiro livro dos Macabeus abrange quarenta anos, desde a ascensão de Antíoco IV Epifânio ao poder, em 175 a.C., até a morte de Simão e o início do governo de João Hircano em 134 a.C. Foi escrito em hebraico, mas só foi conservado numa tradução grega. Seu autor é um judeu palestinense, que compôs a obra depois do ano 134 a.C., mas antes da tomada de Jerusalém por Pompeu em 63 a.C. As últimas linhas do livro indicam que ele foi escrito não antes do final do reinado de João Hircano, mais provavelmente pouco depois de sua morte, por volta de 100 a.C. O livro é considerado de grande valor histórico tanto para judeus e protestantes como para católicos.

O segundo livro dos Macabeus não é a continuação do primeiro. É, em parte, paralelo a ele, iniciando a narração dos acontecimentos um pouco antes, no fim do reinado de Seleuco IV, predecessor de Antíoco IV Epifânio, mas acompanhando-os apenas de Judas Macabeu. Isto não representa mais do que quinze anos e corresponde somente ao conteúdo dos caps. 1 – 7 do primeiro livro.

Siga-nos na Evangelização

Se deseja acompanhar nossas campanhas de evangelização e de caridade siga nosso site, nosso Facebook, o Instagram e também o Youtube.